Publicidade

segunda-feira, 6 de agosto de 2012 Nota, Reportagem | 12:23

SP ainda está melhor do que o Rio em matéria de crimes letais

Compartilhe: Twitter

Uma série de crimes na cidade de São Paulo colocou o governo paulista na berlinda. Principalmente por ações que envolveram a participação de policiais. Estatísticas da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo mostraram que o número de homicídios na capital cresceu 21,57% na comparação entre o primeiro semestre de 2012 e o mesmo período do ano passado.

O secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, admitiu que o estado vive uma “escalada de violência”. Entre os episódios recentes mais notórios estão a morte do bancário italiano Tomasso Lotto, os assassinatos do empresário Ricardo Aquino, as mortes de César Dias de Oliveira e Ricardo Tavares da Silva, arrastões em restaurantes e a execução do delegado da polícia civil Paulo de Paula na marginal Tietê.

O Ministério Público Federal chegou a pedir a troca do comando da PM e cogitou pedir a intervenção federal no Estado para conter a violência.

O coordenador nacional do Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), Rildo Marques de Oliveira, disse que o governo paulista “não conseguiu encontrar uma forma adequada de fazer uma política de segurança pública com cidadania”.

No Rio, a situação é inversa. Há um elogio praticamente unânime à política da Secretaria de Segurança Pública no estado, principalmente com a instalação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) em favelas da capital carioca. Os índices de crimes, notadamente homicídio, vem caindo de forma constante.

Números do Rio são piores

Entretanto, basta comparar as estatísticas de segurança pública relativas ao primeiro semestre de 2012 divulgadas pelos dois governos para ver que as impressões de controle no Rio e de descontrole em São Paulo são exageradas.

É verdade que, no primeiro semestre, alguns índices importantes tiveram piora significativa em São Paulo e melhora no Rio, em relação ao mesmo período do ano passado. Contudo, se comparados, os números em São Paulo ainda são muito melhores do que os do Rio. Um estudo com números de 2010, aliás, mostrava que, entre as 27 capitais estaduais, São Paulo é a que tinha menor número de homicídios percentualmente.

“São Paulo está há 10 anos diminuindo a criminalidade. No que diz respeito à violência letal, a diferença a favor de São Paulo é sem dúvida muito grande ainda. Se pudéssemos trocar com São Paulo, faríamos um grande negócio”, afirma o sociólogo Ignácio Cano, professor do Laboratório de Análise da Violência da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), que acaba de publicar um estudo sobre as UPPs.

Para cada carro roubado no Rio, quatro são levados em São Paulo

No primeiro semestre de 2012 foram registrados 655 homicídios dolosos na capital carioca. Em São Paulo foram 622 no mesmo período. É bom lembrar que o número de habitantes em São Paulo é 78% maior, o que faz com que a relação paulistana de homicídios por 100 mil habitantes seja ainda menor. Pelo Censo 2010 são 11.244.369 moradores na capital paulista e 6.323.037 na fluminense.

Em outros índices importantes o resultado também é menos favorável ao Rio. Percentualmente, no primeiro semestre do ano, houve mais estupros, mais tentativas de homicídio e de homicídios culposos no trânsito no Rio.

Na comparação com o Rio, São Paulo também foi mais eficiente em armas apreendidas (+133%) e nas prisões efetuadas em flagrante e por mandato (+181%).

Se São Paulo está melhor do que o Rio no que diz respeito a crimes letais, o mesmo não se pode dizer em relação a crimes contra o patrimônio. No primeiro semestre se roubou muito mais veículos e carga na capital paulista. Para cada carro roubado no Rio foram levados quatro em São Paulo. Foram 23.028 só nos primeiros seis meses de 2012.

“As pessoas avaliam o momento. É natural. E hoje a conjuntura é desfavorável a São Paulo e favorável ao Rio. Mas a perspectiva deles ainda é melhor. O Rio ainda tem muito o que fazer para chegar aos índices de São Paulo. Se continuar nesse ritmo, talvez , em 5, 6, 7 anos o Rio chegue à situação de São Paulo hoje”, avalia Ignácio Cano.

Autor: Tags: , , , , , ,

20 comentários | Comentar

  1. O seu comentário está aguardando moderação.

    70 marcos 06/08/2012 16:29

    BABACA – vc ja viu soldados das FORÇAS ARMAMDAS fazendo patrulha em sp-CAPITAL
    Quanto vc ganha dos petraçhas seu irrsponsavek

  2. 69 JULIO 06/08/2012 17:03

    Às vésperas da copa e da olimpíada não vejo nenhuma ação do governo federal para mudar esses números…. mas dinheiro para os estádios não acaba….. pq sera? Brasil uma vergonha!!!!

  3. 68 Adriano Gomes 06/08/2012 17:40

    Vem esta ganhando quanto por essa matéria ???? Índices furados, estatistica falsa … São Paulo pensa que é NY, mais na verdade é uma “Chuíça”….

  4. 67 Auremir 06/08/2012 17:40

    E vc acredita em números divulgados pelas secretárias de segurança de cada estado? Piada do ano! O rio vive uma fase mais tranquila, o que não significa a paz total. A miséria intelectual ainda é grande, mas com certeza, o que está acontecendo na cidade de São Paulo é preoucupante e agravante a cada arrastão em prédios e restaurantes.

  5. 66 diego 06/08/2012 17:50

    comparar crimes entre a cidades só faltava essa ,sem asunto mesmo.

  6. 65 Iramos 06/08/2012 18:00

    A rede plim plim de TV,gosta muito de encher a bola do RJ,e esconder todas as suas mazelas
    enquanto exagera as de SP.Tudo,sem nenhum cuidado com essas pesquisas mencionadas
    no artigo.Para eles não interessa a verdade,mas,somente o que eles pensam.

  7. 64 Roger 06/08/2012 20:30

    Esta proteção que a mídia tem com SP chega a ser ridículo. Na reunião secreta eles combinaram assim: Gente, vamos denegrir a imagem do RJ o máximo possível,vamos explorar um notícia negativa durante uma semana com bastante destaque. E SP – perguntou um membro da reunião – presidente? SP? Aqui a gente esconde o máximo que puder uma notícia ruim, quando não der para esconder coloca uma notinha no rodapé e retira duas horas depois; o paulista se considera politizado, bem instruído e acredita muito no que lê ,mas do que naquilo que vê. Então, se ele passar por um tiroteio, pular três corpos na volta pra casa e não tiver nada escrito no jornal e na internet é como se nada tivesse acontecido. Vamos aproveitar isso para criar uma sensação européia, eles continuam pensando que estão se informando e nós vamos os alienando.

    The End.

  8. 63 Alessandra 06/08/2012 20:47

    Pessoal, vamos lá…. como assim a Mídia está protegendo SP? As análises são de um professor da UERJ.

  9. 62 Ivan-S.Paulo 06/08/2012 21:59

    desculpe vc comparar S.Paulo com o Rio em termos de criminalidade,seria até razoavel se as duas cidades tivessem o mesmo numero de habitantes,e sofressem um fluxo migratorio relativos,porem não é o que acontece,S.Paulo tem uma população em torno de 12milhões de habitantes,o Rio em torno de 6 milhões,ou seja temos dois Rio dentro de S.Paulo,logo a possibilidade de maior numero de crimes,e de toda a natureza é bem maior,e tb um fluxo migratorio assustador e meio a trabalhadores e pessoas do bem,tb chegam milhares de bandidos,e infelizmente não há como controlar isto,eles não só matam,traficam,ou roubam,tb destroem a cidade.qto ao Rio desejo que os indices de crimes de qualquer natureza diminua cada vez mais,assim como desejo p/ todo o Brasil.

  10. 61 Rocardo Tiburcio 06/08/2012 22:06

    A pm de sp foi atacada. Como ocorreu anos atras com o pcc. Desta vez responderam rapido e a bandidagem correu com as calças na mão! PM sp é treta! Tá achando q aqui é o RJ?! Se deram mal! Só falta os direitos humanos se manifestarem…como sempre

  11. 60 Vander Ferreira Salles 06/08/2012 22:07

    Cara, as estatísticas da policia aqui de São Paulo são FRAUDADAS. A Band já denunciou isso. Aqui está tão violento quanto o Rio, só que a imprensa daqui esconde mais do que a imprensa do Rio. Cai na real!

  12. 59 Edivelton Tadeu Mendes 06/08/2012 22:16

    Enquanto assassinos estiverem na mídia, como pop-star e tendo o privilégio ( de 30 ,anos de pena cumprem 3 anos com direito a tudo ) de todo o tipo, inclusive ganhando R$850,00 de bolsa presídio, nada irá mudar no pais do papai-noel, do carnaval, da festa-junina, do futebol, do Lula e outros!Isto sem falar sobre a pena de morte que existe com os do mal podendo executar os do bem!

  13. 58 jorge 06/08/2012 22:18

    kkkkkkkkkkk, e a fada do dente. você conhece?

  14. 57 Antonio 06/08/2012 22:19

    Não importa quem tem mais crimes letais, é por isso que esse lixo de país segue na mesma situação deplorável. A população indolente e ignorante daqui já se acostumou aos constantes assaltos e roubos diários e os assassinatos e estupros que inundam os jornais diariamente já passam batido, pois é comum dessa terra sem lei. É preciso educar e despejar cultura nesse país, que ao meu ver, está perdido, não tem mais solução. O brasileiro não se queixa, não se mobiliza, aceita tudo e ainda paga mais caro para ter os piores serviços. Há marchas das vadias, da maconha, contra a homofobia, mas não tem nenhuma mobilização contra os crimes, os impostos e a corrupção. A única saída para o Brasil é o aeroporto internacional. Fechem as portas e vendam, pois disso aqui não se extrai nada que preste.

  15. 56 tobé 06/08/2012 22:21

    Vamos resumir essa notícia :

    Basta dar uma volta em SP e no RJ, se em SP a coisa tá feia, no Rio tá muito pior, eu estive lá estes dias, meu pai amado, eu nem cheguei e já queria ir embora, de tanto morro !!! Jesus, parece uma cidade em Lei. Aqui em SP a polícia anda com 38 ou PT, no Rio é metralhadora e Fuzil, e ainda querem comparar, nos poupem por favor, façam com a gente: trabahem !!!

  16. 55 joao 06/08/2012 22:35

    Devemos lembrar que São Paulo é uma cidade cosmopolita. Aqui tem carioca, aqui tem nordestino, aqui tem sulista, aqui tem árabe, aqui oriental, etc. Então, meus caros, é natural que haja desacertos. Só não vale availar um estado de progresso invejável, como um todo. Certamente se for certificar a procedência de malfeitores, desajustados, verão que a maioria esmagorada são migrantes. Então, estatístícas, em São Paul,o só são validas deveria começar pele rodoviária.

  17. 54 Edna,2 06/08/2012 22:41

    “E *alguem em sã consciência acha que S.Paulo está pior ou melhor que o Rio de Janeiro ou qualquer outro estado do Brasil?”.
    O Brasil vai de mal a pior, os nossos governantes são de péssima qualidade:o que é que nos Brasileiros podemos esperar?

  18. 53 Paulo100%branco 06/08/2012 23:00

    Não venham para São Paulo,vão para o rio.

  19. 52 antonio 07/08/2012 0:02

    São Paulo e Rio,Rio e São Paulo.blá.blá;blá…

    Duas cidades inchadas,repletas de problemas com cidadãos arrogantes e bairristas.

    Políticos demagogos que sé pensam no próprio bolso,e uma elite sem moral.

    Bairros suntuosos,guetos miseráveis,poluição e fedor generalizado.

    Pessoas neuróticas,hiper competitivas e infelizes perlambulam entre o caos.

    As coisas podiam ser diferente,mas quem são os culpados?

    São Paulo e Rio de Janeiro vergonha e mau exemplo de governabilidade.

  20. 51 shirlei horta 09/08/2012 22:36

    Uau… Olha, acho que a comparação de números referentes ao ato final (homicídio, latrocínio, assalto etc.) serve para pouca coisa. Rio e São Paulo tem histórias bastante diferentes no que diz respeito à origem do crime. Nem se pode achar que as mesmas soluções sejam razoáveis para as duas cidades. E o que eu gostaria mesmo de saber é quanto é desviado por políticos – e suas quadrilhas – do dinheiro que deveria ser gasto com segurança (moradia, saúde, educação, infraestrutura, polícia etc. etc. etc.). A questão da segurança em São Paulo é ruim, precisa melhorar muito. A ninguém beneficia a discussão fla-flu de quem é mais isso ou mais aquilo.

Os comentários do texto estão encerrados.