Publicidade

terça-feira, 19 de junho de 2012 Nota | 22:47

Índio defende movimento revolucionário indígena na Cúpula dos Povos

Compartilhe: Twitter

Uma faixa estendida em uma mesa colocada estrategicamente entre algumas das principais tendas e um auditório na Cúpula dos Povos, evento paralelo a Rio+20, chamava atenção: Pedia guerreiros indigenas para o Movimento Revolucionário Indígena – 500. Um cartaz conclamava: “Ações guerreiras já”.

Acompanhe a cobertura do iG sobre a Rio+20
Índios aceitam cartão de crédito no camelódromo da Cúpula dos Povos
Veja imagens da Rio+20
Falta sinalização na Cúpula dos Povos
Representantes dos governos estão desconectados do povo, critica senador francês

Tiuré durante seu 'processo espiritual' (foto: Luiz Antonio Ryff)

Tiuré durante seu 'processo espiritual' (foto: Luiz Antonio Ryff)

No meio da tarde o estande improvisado estava vazio. Apenas os cartazes, algumas flechas e a faixa. Uma hora depois um homem com uma espécie de cocar de palha e com o corpo pintado estava sentado em uma das cadeiras, com olhar longínquo. “Agora não posso falar. Estou num processo espiritual”, desculpou-se falando baixo e lentamente. 
”Volte mais tarde”, balbuciou.

Algumas horas depois, o homem estava disponível. Identificou-se como Tiuré, 63 anos, índio potiguara da aldeia Lagoa do Mato, na Paraíba e explicou por que não podia falar.

“Eu estava em uma outra sintonia, não estava aqui. Um parente me deu uma planta mágica para cheirar”. A tal planta é um pó, rapé indígena, que é colocado em um canudo. Tiuré conta que o parente soprou o pó para dentro de sua narina.

E o que essa planta mágica faz, perguntei? “Eu fico em paz, recebendo energia dos meus antepassados”.

Tiuré já pronto para a guerra (foto: Luiz Antonio Ryff)

Tiuré já pronto para a guerra (foto: Luiz Antonio Ryff)

Mas tirando o efeito do rapé, Tiuré não quer paz. Ao contrário. Ele defende a guerra e se propõe a conclamar os indígenas guerreiros para uma ação na cúpula. “Estamos nos preparando para isso. Ainda não temos gente suficiente”.

“Temos que pressionar o Estado para que ele tome ações concretas”, afirma. No caso de sua aldeia, Tiuré quer retomar 20 mil hectares que ele diz terem sido tomados à força nos últimos 40 anos – e que foram entregues a usinas e grandes proprietários.

Para isso ele defende ações armadas. “Mas não com armas de fogo”, salienta. “Só usamos as nossas armas, bordunas, arco e flecha, foice, facão e machado”, explica sem alterar a voz ou mostrar agressividade.

“Nós estamos prontos para morrer, como nossos antepassados, na luta pela nossa terra”, garante ele, que diz que o movimento é autônomo, não é filiado a partido e não aceita dinheiro de governo.

Exilado político

Ele explica que seu envolvimento com questões políticas e a defesa das questões indígenas data da época da ditadura, quando conta ter sido preso e torturado, o que o levou ao exílio em Montreal, no Canadá.

Após conversar um pouco em francês, lembrando que lá se fala o quebecois, Tiuré diz que foi o primeiro índio brasileiro reconhecido pelo Alto Comissariado da ONU para refugiados e questiona o atual governo brasileiro e a Comissão da Verdade.

“Há um silêncio sobre a questão dos índios durante a ditadura. Não há uma linha nos livros sobre as atrocidades cometidas contra nós durante esse período. A Comissão da Verdade está aí e não se fala nada. E não houve desaparecimento de indivíduos. Houve genocídio. Aldeias foram exterminadas”.

Para não ficar na gaveta

Apesar de participar da Cúpula dos Povos, ele critica a Rio+20. “Aqui há uma manipulação grande da questão indígena por ONGs e por igrejas, que defendem a elaboração de documentos. É preciso romper com isso. Sou contra esse cenário midiático. Daqui só sai elaboração de papéis que vão para as gaveta e armários. Não podemos esperar um Rio+40, é preciso agir já”.

“Eu quero partir para a ação. Em Belo Monte, temos que invadir os acampamentos, os canteiros de obras e parar tudo. O modelo de desenvolvimento adotado por esse governo não vai parar. Por isso estou conclamando os guerreiros para uma guerra”, diz ele. que, ao fim da conversa, gentilmente pede. “Você me manda o texto por email quando sair?”.

Autor: Tags: , , ,

48 comentários | Comentar

  1. 98 shirlei horta 20/06/2012 22:25

    Mas que é um absurdo não termos, em 500 anos, conseguido incluir nossos índios, isso é…. Socialmente, nossos índios ocupam o mesmo espaço que ocupavam quando Cabral chegou. Ainda morrem de desnutrição! É um paradoxo gritante, para o qual ninguém deu muita atenção: o Brasil está patrocinando um evento que trata da sobrevivência do planeta, não tendo sido capaz de garantir a sobrevivência e dignidade de seus aborígenes.

  2. 97 João 20/06/2012 16:02

    Walter comentario 31, realmente, não deve se preocupar com dinheiro ou bens materiais, passe tudo para mim e carrego este sacrificio para voce,

  3. 96 Claudio 20/06/2012 15:46

    Vilas Boas já alertou à decadas atrás sobre um futuro em que os indios, que naquela época já eram alfabetizados por Americanos e falavam ingles, pedirem sua “independencia”.
    Construirem um estado independente com a ajuda dos EUA.
    Abram o olho que iremos perder a Amazônia.

  4. 95 nelson aranha 20/06/2012 15:35

    indio prega violencia, e nada acontece, negro prega violencia tipo malcom x e panteras
    negras e nada acontece, se um branco pregar a violencia contra indios ou negros,
    o branco vai pra cadeia.

  5. 94 grogero 20/06/2012 15:22

    Meu avô era um bugre nato e no começo de século 19 foi capturado em meio a mata e enviado para uma fazenda como escravo, com o passar do tempo ficou sendo um dos capataz do fazendeiro, com a imigração italiana para a região de São José do Rio Preto conheceu a minha avó e se casaram daí por diante meu pai contava que ele era caladão e que quando tomava umas branquinhas a mais misturava o dialeto dele com o dialeto dos brancos e dizia que a terra tinha acabado e que a tribo seria misturada. Hoje o pessoal me chama de índio e eu não tenho preconceito nenhum e acho que é elogio, afinal alguém já foi preso por chamar alguém de índio do mato? ou índio desordeiro? vejo até os mais civilizados dizer que está muito cansado por ter participado de um programa de índio. A única coisa que o índio quer é ter o seu espaço e de experimentar os luxos do mundo do branco, é só isso, o resto não interessa para o índio.

  6. 93 Vixe 20/06/2012 15:12

    Vei, oq deve dar de doido e nego esquisito ness evento é pouca coisa n, viu. Na primeira foto, dá p ver nego com camisa do MST, cartaz do Haiti.. o “índio” cheirando rapé… hahah

  7. 92 grogero 20/06/2012 15:05

    A preocupação maior deveria ser nos grupos revolucionários armados de outras origens, esses sim podem usar uma causa indígena para praticar as suas atrocidades sem precedentes. Na verdade se os índios já deram o grito de guerra é porque esses grupos já estão infiltrados.

  8. 91 fernando 20/06/2012 14:34

    Uma correção: se esse ìndio quizer fazer guerra com as suas armas, como ele fala, não pode usar foice, facão e machado, pois antes da chegada dos Europeus, eles viviam na idade da pedra, não sabiam utilizar ferramentas de metal.

  9. 90 Arthur 20/06/2012 14:33

    Vivemos numa sociedade constituída. Temos direitos e deveres.
    O bom senso e a igualdade irrestrita devem ser os parâmetros a serem considerados.
    Minoria, já não é sinônimo de incapacidade!
    DIREITOS IGUAIS, DEVERES IGUAIS!

  10. 89 jOÃO VITORINO ZARDIN 20/06/2012 14:13

    Tem é que prender este indio, por incitação a violência. Ésta história de que são iniputaveis tem que acabar, são aculturados e tem condições plenas de responder por seus atos.

  11. 88 Fabio 20/06/2012 14:11

    Pelos comentarios abaixo, vejo que muitos defendem que os indios fique no meio de grandes matas, caçando e pescando, ganhando um salario minimo da funai como e agora para quem nao sabe.
    Porem pergunto e justo que esse povo fique em uma cultura quase pre-historica, vao ficar servindo de circo para os povos estrangeiros vir visitalos como bicho do mato. Acho isso injusto e deveria sim ter um programa para o aculturamento dos mesmo e integra-los a modernidade atual.

  12. 87 MURILO GONÇALVES 20/06/2012 13:52

    Índio deve ter apenas AREA INDIGENA e jamais TERRA INDÍGENA pois eles venderão o territótio do Brasil ora tão cobiçado pelas ONGS e outros.

  13. 86 Silveira 20/06/2012 13:16

    Índio quer apito…um ipad, tv de última geração, cordão de ouro, carrão, …que mais?

  14. 85 WALTER 20/06/2012 13:03

    tem gente falando que indio é naçao , eu nao acho que indio é uma naçao, indio se for naçao deve ter umas dezenas de naçoes no brasil.

    nós nao somos tb. invasores porque a minhas tres geraçoes ja nasceu aqui como brasileiro, e outro o pais brasil é reconhecido como pais , como os EUA tb., é um pais .

    acho que deveria acabar com isso indios deveria se adaptar a cultura brasileira como qualquer outro q vem de um outro pais e optou por ser brasileiro .

    500 anos ja temo o direito adquirido ……….

    fala muito em defender o indios, mas eles adora a nossa cultura como adora ter um carro, tv, computador etc.

  15. 84 Acarloz 20/06/2012 12:55

    Deveriam usar a receita dos americanos pra lidar com os indios…. 100% eficaz !

  16. 83 WALTER 20/06/2012 12:54

    indio para ser indio de verdade tem que ser puro sem contaminaçao com a cultura do branco, mas pelo jeito esse indio ja esta embuido na cultura do branco usa ate computador isso nao é indio .

    ele fala ate frances ,

    preservar a cultura indigenas é o mais natural possivel nao pode usar nada de branco nada mesmo nem carro , nem telefone, nem cadeira, nem remedio , nem roupa , indio é indio mesmo deve se curar com ervas indigena .
    se é contra os branco que nao use nada de branco .

  17. 82 kalifa 20/06/2012 12:49

    Se olharmos para a história não há nada mais sensato!A brutalidade contra o indio justifica ainda mais que isso, só acho que tem pouco indio para isso, já mataram os outros!

  18. 81 WALTER 20/06/2012 12:45

    bem o melhor é reduzir dias trabalhado por semana para 3 dias e dedicar os outros dias da semana com a filosofia e desenvolvimento humano , tronstruir um mundo mais homogenio possivel em prol da coletividade .

    um mundo melhor é um mundo sem patria ou um mundo de uma patria so , falar em desfesa da ecologia e usar as tecnologia de ponta da um meio que contra senso, o ecologicamente correto é ser desapegado as coisas materiais .
    prescisamos urgente desenvolver o lado da espiritualidade humana .

  19. 80 jorge hiroshi 20/06/2012 12:44

    Na certa estão servindo de massa de manobra para ONGs estrangeiras, estes “ambientalistas” no interesse de seus patrões não medem as consequencias de seus atos, mesmo que acarretem massacres.

  20. 79 Thiago 20/06/2012 12:32

    Tem 63 anos?!! Ele n tem cara de índio! Tem até barba… cabelo preto e ondulado.. ja devia ter cabelo branco ou estar careca… cheirando pó de rapé e delirando. É uma vergonha ess índio.. na vdd, é um doido. Ali na rodoviária tem um assim tb.. fala em guerra o tempo todo e fuma umas pedras. A sociedade tem qe civilizar as pessoas.. dar oportunidades. Gente combativa e agressiva do tipo aí de “Tiuré” deve ser mantida longe de contato social. Ele pode opinar oq quiser.. pode aprender francês.. mas n pode incitar a guerra. Só pq é índio, pode ficar andando nu cheirando po na frente de crianças?!

  21. 78 GIBA 20/06/2012 12:32

    QUE PIADA, realmente o índio no Brasil virou uma grande comédia

  22. 77 GIBA 20/06/2012 12:28

    Coitados dos índios que fracasso já foram nações valorosas hoje não servem para absolutamente nada.

  23. 76 Carlos 20/06/2012 11:54

    O problema do planeta é o excesso de população. Já chegamos a 7 bilhões de pessoas e é lógico que com a diminuição das terras produtivas e o aumento de consumo( imaginem 7 bi defecando, urinando, comendo, etc) para onde irá tudo isso? e de onde virá o alimento? Os governos tem que fazer um controle de natalidade urgente!
    O Governo tem que criar uma forma de fixar o homem no campo ao invés de incentivá-lo a fazer um curso superior às custas do resto da população, pois na Constituição diz que todos são iguais perante a lei, então é óbivio que não pode existir diferenças entre brancos(caucasianos) negros(afrodescendentes) e índio(índio-descendente) e por isso não pode existir cotas para raças específicas, pois cria-se assim o racismo de fato e de direito. Tem que haver cotas para pobres(sejam eles brancos, negros, índios, mestiços, etc) Tem que incentivar o homem a plantar e gerar riquezas para sua família e para o país, pois imaginem se o Brasil for o maior produtor de alimentos do mundo? de onde a china que come insetos por falta de opção irá comprar alimentos para seus 1 bilhão e 300 milhões de habitantes? do Brasil é claro. O Brasil pode ser o celeiro do mundo, basta o governo investir para isso e incentivar o homem do campo a produzir e ganhar um salário digno e não migalas como ganham, pois plantação tem que ter investimentos pesados com maquinários e infraestrutura cara. O filho do agricultor não quer ser agricultor, ele agora quer ser doutor aí eu pergunto pra quê? Se vivemos num país que se dá incentivo ao futebol pagando salários milionários enquanto que um médico da rede pública ganha 2 salários mínimos. Vamos dar terrras aos índios num espaço suficiente para sua tribo viver em paz, mas não podemos perder hectares e mais hectares de terras que ficarão improdutivas enquanto que o resto da população que não pode plantar para comer e depende de comprar alimentos passará por dificuldades para se alimentar, pois se não houver oferta suficiente, o preço dos alimentos dispara e aí não adianta ter milhares de doutores se não houver emprego e renda…

  24. 75 Luciana Gomes 20/06/2012 11:27

    Ìndios precisam é de mata fechada mesmo. Temos que respeitá-los, eles chegaram aqui primeiro. Já basta o que eles já sofreram. Pra que esta Belo Monte, se já tem energia solar?

  25. 74 clelio A. 20/06/2012 11:26

    Em Tempo: Os caciques indígenas tem tudo que eu não tenho e trabalhei 35 anos, vou me aposentar com R$ 622,00, se Deus quiser em outubro, não culpo ninguém, eu plantei e estou colhendo, eles índios que colham e comam o que plantam. O Brasil é um só, e todos que aqui nascem são brasileiros.

  26. 73 clelio A. 20/06/2012 11:10

    O que o índio quer?Um Brasil dividido em dois, um indígena e outro não. A posição de chefes indígenas que sabem falar até o francês e tem caminhonetes, querendo guerra, porquê? Para entregar suas riquezas a ONGS principalmente estrangeiras, devastar a Amazônia, criar um novo estado, talvez essa seja a posição desses senhores que dizem serem caciques. O governo brasileiro tem que parar com as concessões que vem dando aos índios, é muita terra para um bando ( não são todos) de vagabundos que não gostam de trabalhar, nunca gostaram, a diferença entre o índio Norte Americano e o brasileiro é grande, o Americano procurou se enquadrar em uma vida moderna, estudou tem empresários, e o índio brasileiro que gosta muito de rede e pescar, ficou fumando o cachimbo que não é da paz, pescando e caçando enquanto suas mulheres é que dão o duro no trabalho. Em Tempo: Existe interesses internacionais, de ONGS, Igrejas e Anarquistas brasileiros e estrangeiros, por traz dessa posição indígena, quero lembrar aos índios, que todos os que nascem no Brasil, NEGRO, BRANCO, AMARELO E ETC… SÃO BRASILEIROS, todos nós juntos seremos fortes, não há o porque, dividir o país em não índios e índios, ainda é tempo, pensem?

  27. 72 Jose Alcides Porto Rossi 20/06/2012 10:57

    Os indios, ou seja, os seres humanos em caráter evolutivo ainda precário, mal cuidados pelos governos, usados como meio de políticas dúbeis, reclamam seu espaço, e tem razão porém, nos estamos no século 21 e as posturas pleiteadas pelos indios são anacrônicas.O Governo urgentemente necessita de políticas de aculturamento que os mantenha, afim de evitar sejam os mesmos massas de manobra de movimentos políticos de ocupação do espaço brasileiro. Para tal há que ter o Governo alto índice de confiabilidade do povo, o que não ocorre na realidade.

  28. 71 lucianontar 20/06/2012 10:56

    os movimentos sociais, assim como os movimentos indígenas em nosso país sofrem preconceito e discriminação escancarada como se pode ver-ler nos comentário espostos até aqui. e o que se faz? nada! dirão os entendidos do direito que se trata de democracia! quero lembrar que esta terra sempre pertenceu aos indigenas, aliás, vale salientar que a primeira-grande invasão de terra ocorreu contra os indenas por volta de 1500. o que os movimentos fazem hoje, sobretudo o MST é ocupar terras para assentar familias necessitadas de alimento, dignidade, moradia etc… muito embora a TV Globinho insista em usar o jargão “invasão” apenas para marginalizar o movimento. GLOBO E VC.. NADA A VER!!

  29. 70 Ubiraci Corrêa 20/06/2012 10:52

    aMae digam pr’aa que tanta terras para tão pouco indio, principalmente pelo fato de não qrer se integrar, uma vez que trabalho eles não querem., Estrupam, matam de o que criam e problemas com b ebida não é normal. Flechas, lanças , tacape , e etc., devem ficar lá nas terr as deles sedndo proibido na cidade.

  30. 69 Pedro 20/06/2012 10:45

    Os indios vivem como verdadeiros parasitas da sociedade brasileira, tudo bancado com os nossos impostos e ainda acham-se no direito de pregar a luta armada e movimentos revolucionários. Temos que colocar este povo para travalhar duro e estudar para tornarem-se úteis para todo o país e para eles próprios. Esta balela de preservar a cultura indígena é pura maracutaia de demagogos preguiçosos que descobriram nesta bandeira uma forma de viverem como os indigenas; sem nada fazer de útil as custas de verbas públicas.

  31. 68 Fabio 20/06/2012 10:37

    Esse problema todo acaba, se o governo fazer uma lei acambado com quatro coisas:

    1-Direito a remarcação de terra ,apenas as aldeias indigenas descobertas nos últimos 50 anos, as outras permanece apenas com as terras que tem posse atualmente.

    2-Ter uma quantidade de terra de no maximo 3 hectares por habitantes.

    3-Acabar com a FUNAI ,que não mais se justifica nos dias de hoje,pois indio não e bicho para ser condenado a viver na selva, e sim um ser humano que tem direito a integração com a modernização.

    4-Acabar com verbas federais para ONGS indigenas,atualmente não mais se justifica,são apenas cabides de empregos e ralos para desvios de dinheiro publico.

  32. 67 AMAURY MOREIRA DA SILVA FILHO 20/06/2012 10:32

    NOS ESTADOS UNIDOS OS INDIOS FORAM DIZIMADOS PELO GOVERNO AMERICANO E NINGUÉM FALA NADA. NO BRASIL ELES ESTÃO CHEIO DE MARRA…. MATAM, COMETEM VÁRIOS TIPOS DE CRIMES E NÃO SÃO PUNIDOS NA FORMA DA LEI. SÓ AQUI MESMO!!!!! É O PAÍS DO FAZ DE CONTA…

  33. 66 Jose renato 20/06/2012 10:25

    Nao existe mais espaço para indio da forma como Deus criou. Todos somos iguais, temos que aducar nossos filhos e filhos de Indios, para que possam aprender em pouco tempo o que alguns homens (inclui indios) demoraram uma vida para saber e compreender. Precisamos de mais Médicos, Professores, Agrônomos etc,. Precisamos de produção e nao de vastas terras improdutivas com algumas pessoas vivendo do nosso sustento.

  34. 65 Pauoo Victor 20/06/2012 10:04

    Puxa, parece papo de Casseta e Planeta.
    Desse jeito, vou refundar o Movimento de Emancipação Revolucionária Durval Agostinho “MERDA” dos tempos da faculdade de Geologia , pra beliscar umas verbas federais, e investir o dinheiro em cerveja.

  35. 64 Sergio Minatti 20/06/2012 9:46

    Vejam a grande diferença entre os índios brasileiros e os norte americanos. Enquanto os americanos se integraram à sociedade e algumas tribos até enriqueceram, os brasileiros querem manter-se selvagens, só, que com bastante benefícios do governo. O que eles farão com tanta terra se não gostam de trabalhar? Já não basta o mst?

  36. 63 Joel 20/06/2012 9:35

    Ah, mas uma revolução dá um trabalho danado… vão trazer escravos da Africa novamente, porue se depender de índio… ha ha ha!

  37. 62 Alfredo Machado de Almeida 20/06/2012 9:25

    Eu gostaria de conhecer a opinião de nossos irmãos índios sobre essa tal “guerra”…
    Que tal não contatar esse “chefe guerreiro” com o Pentágono?…..

  38. 61 Louis 20/06/2012 9:24

    Deixem os indios em paz… Só isso ! Ja causaram problemas demais para eles, quem conhece história sabe disso, o resto só fala e escreve abóbrinhas…

  39. 60 jas 20/06/2012 8:42

    INDIOS só quer terra para ficar vagabundando, comendo animais silvestres e recebendo ajuda do governo,tem que botar para trabalhar como qualquer trabalhador que dar duro para manter sua familha.

  40. 59 C elio Marcos Pedraça 20/06/2012 6:02

    Dura realidade dos povos indigenas no Brasil… o que o indigena Tiuré diz, para muitos pode parecer uma grande bobagem, mas não é!!! É necessário que as nações indigenas se unam e num futuro próximo sejam os verdadeiros condutores de seus destinos!!!!

  41. 58 RONALDO 20/06/2012 1:32

    Os movimentos indígenas no Brasil nada mais são do que movimentos separatistas financiados por ONGs e fundações internacionais milionárias. O que eles querem é a fomação de “nações” independentes do governo federal brasileiro, onde quem vai mandar é a ONU. Os indios irão ficar restritos a essas “nações” e não terão controle nenhum sobre elas, irão apenas permanecer nesses terrritórios, isolados do resto do mundo e vivendo em estado de privação quase que total, com o suficiente apenas para sua subsistência. Enquanto isso, a ONU vai fazendo o que quer lá dentro, explorando suas riquezas naturais e mandando as mesmas para os países ricos que vão nos vender os seus produtos industrializados. É o governo mundial se formando debaixo do nosso nariz e o pior é que com a conivência da “sociedade civil organizada” (esquerda revolucionária).

  42. 57 LUIZ 20/06/2012 1:27

    Ah! Esqueci de avisar. Não sou o mesmo Luiz que escreveu abaixo. Só comungo das mesmas idéias.

  43. 56 LUIZ 20/06/2012 1:25

    Quanta asneira!!!
    Nação é Brasil. Acho até que indio tem regalia demais. Vejam os afrodescendentes, os brancos, os nipônicos, o que passam nos grandes centros. Está é na hora de fazermos os índios se subjugarem as leis. Indios hoje, estudam em faculdades, andam de Cherokee, tem poupudas contas bancárias(principalmente as alferidas com venda de madeira das reservas) tv a cabo e bens. Naçao indígina! Não me faça rir!!!

  44. 55 J.Moita 20/06/2012 1:22

    O problema indígena não é só brasileiro mas internacional. Todas as nações relativamente novas eram antes de serem descobertas habitadas pelos nativos. O invasor foi empurrando os índios e acabando com sua cobiça, com muitas nações, das quais sobraram vestígios e nada mais. Estas tribos merecem ter a sua terra e viverem de forma autônoma dentro dos seus conceitos, leis e costumes. O índio não precisa ser protegido por Funai, é só deixa-lo em paz e respeitarem seus territórios. A política indigenista no Brasil é caolha e feita em gabinetes fechados por quem nunca viu um índio. Como os Vilasboas fazem falta. Vai sobrar só os colonos estrativistas predadores. Coniveremos com a vergonha de ter acabado com nossos índios, verdadeiros donos desta terra. Já quase acabamos com a Mata Atlantica, estamos liquidando com a Amazonia, pantanal e outras riquezas naturais de forma desordenada e degradante. Sustentabilidade é apenas uma palavra. Nestas reuniões tipo Rio+20 não se discute nada objetivamente, é só farol para a mídia.

  45. 54 RODALO 20/06/2012 0:57

    MEU NUNCA SOUBE QUE INDIOS FORAM PERSEQUÍDOS NA REVOLUÇÃO ,INDIO RICO FUGIU PARA O CANADA ,PORQUE TÃO LONGE ,ESSA QUESTÃO QUE AS TERRAS PERTECEM A ELLES ,MEU QUAL E SUA RAÇA BRANCA (ESPANHOL,PORTUGUES,HOLANDES,ALEMÃO ) NEGRO ( AFRICANO,NIGERIANO) SE VC FOR MORENO/CAFUSO ( INDIO ) TODOS TEMOS DIREITO A TERRA NÃO SÓ MEIA DUZIA DE INDIOS ESPERTO CHEIRADOR DE PÓ ……..VAI VOCE QUERER ENTRAR NA ALDEIA DELLLES E O PAU QUEBRA AGORA SE VC FOR AMERICANO /FRANCES OU TOUTRO GRINGO QUALQUER ELLLES DEIXAM E PORQUE AGORA DEPOIS DE 512 ANOS ELES VEM RECLAMAR PORQUE ??? SE ESTÃO TÃO RUIM COMO CHEGARAM AO RIO DE JANEIRO SERÁ QUE FOI ANDANDO OU NADANDO DUVIDO VIERAM DE AVIÃO PAGO PELO GOVERNO E NÓS RALANDO PARA ELES PARTICIPAREM DE FESTA DO HOMEM BRANCO ……………….FUY

  46. 53 ze caarlo 20/06/2012 0:31

    Luiz falar aisneiras sem conhecimento é muito ruim vc já teve sua casa invadida e sua família assassinada,escrever besteira é fácil difícil é ser gente.

  47. 52 jairo santiago 20/06/2012 0:17

    É estranho! quem foram os invesores??
    foram os indios ou os portugueses??
    A terra é deles , mesmo não existindo um porcaria fato juridico, mas é deles as terras, agora querem tirar tudos deles..
    se eles não trabalham , logico que eles não são da nossa cultura!!
    Outra !
    Porque eles não podem ter o direito de defender o seus territorio??
    se eles são nações indigenas, logo se nos invadirmos os seus territorios estaremos cometendo cirme contra uma nação, é obvio que eles tenha que repelirem com armas!!

  48. 51 LUIZ 20/06/2012 0:09

    Esta Piada é maior do que aquela que o sujeito nuca sabia de nada e não via nada …
    Infelismente no Brasil, indio pode dirigir, votar, matar, estruprar, viver sem trabalhar e servir de massa de manobra pra “espertos” desviarem dinheiro em nome deles.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.