Publicidade

sábado, 16 de junho de 2012 Nota | 15:59

Floresta da Tijuca inaugura o maior sistema de trilhas sinalizado do País

Compartilhe: Twitter

Aproveitando a Rio+20, o Parque Nacional da Tijuca inaugura neste domingo (17) o maior sistema de trilhas sinalizado em parques no Brasil. É a primeira ação do Projeto Travessias, que planeja implementar e sinalizar trilhas em outros nove Parques Nacionais. A iniciativa foi idealizada pelo recém-empossado Diretor de Criação e Manejo de Unidades de Conservação do Instituto Chico Mendes, o ambientalista e diplomata Pedro Cunha e Menezes.

Acompanhe a cobertura do iG sobre a Rio+20

Na Floresta da Tijuca o sistema de trilhas integra dois circuitos, o Castro Maya e o Major Archer (os nomes homenageiam dois personagens importantes para a história da maior floresta urbana do mundo, onde fica o Corcovado e a estátua do Cristo Redentor).

A história pouco conhecida de um herói do ambientalismo nacional

As trilhas circulares têm cerca de 32 km de percurso (a Major Archer, externa, com 20km; a Castro Maya, interna, com 12km) e passam por diversas atrações do parque. Durante o percurso serão visitadas estruturas históricas dos séculos 18 e 19, como a Capela Mayrink e as ruínas do Sítio Midosi, com vistas de pontos turísticos conhecidos, como o Pico da Tijuca e o Bico do Papagaio. O circuito interno leva dois dias para ser completado. O externo prevê quatro dias.

Visitas guiadas

Para aproveitar a vinda de delegações estrangeiras, imprensa internacional, ambientalistas e pessoas interessadas em meio ambiente e questões de biodiversidade, o Parque Nacional da Tijuca também está promovendo visitas guiadas gratuitas até o dia 24 de junho. São dez circuitos de caminhadas que vão do esforço leve ao grau pesado de dificuldade.

Os roteiros incluem pontos tradicionais do parque, como a Trilha do Estudante e o Bico do Papagaio. A lista dos passeios, os pontos de inscrição e de saída dos percussos podem ser lidos aqui.

Nessas visitas guiadas o limite máximo de participantes é de 20 pessoas por roteiro. Como as vagas são limitadas, os interessados devem chegar com antecedência aos locais de inscrição, já que não haverá reserva ou pré-agendamento dos passeios.

É preciso levar protetor solar; repelente; chapéu ou boné para proteger do sol; usar roupas e calçados fechados, confortáveis e apropriados para o clima fresco da floresta, que fica em torno de 13º. Além disso, é necessário levar água para hidratação durante a caminhada e alimentos leves para lanche. Não haverá visita guiada em caso de chuva.

Quem quiser mais informações sobre as trilhas ou sobre o Parque Nacional da Tijuca, pode ligar para (21) 2492-2253/2252 (ramal: 113 e 124). A entrada fica na Estrada da Cascatinha, 850, no Alto da Boa Vista.

Autor: Tags: , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 shirlei horta 19/06/2012 19:47

    Só uma coisinha: clima “fresco” em torno de 13º é brincadeira, né? Pra mim, isso é frio glacial. Mas caiu como uma luva, a informação de que eu precisava.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.