Publicidade

sexta-feira, 1 de junho de 2012 Nota | 15:20

Epidemia de dengue termina com 13% da população carioca infectada

Compartilhe: Twitter

A secretaria municipal de Saúde do Rio de Janeiro decretou o fim da epidemia de dengue na cidade nesta semana, após um mês de vigência do alerta. O principal tipo de dengue registrado foi o 4, que ainda não havia circulado de forma prevalente. Ele foi responsável por 86,8% das notificações (o tipo 1 teve 12,9% das incidências).

Oficialmente, até o final da semana passada, foram registrados 82.680 casos – sendo 19 mortes. No entanto, segundo Giovanini Coelho, coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, é bastante significativo o caso de subnotificações de casos de dengue.

Rio deve se preparar para aprender a conviver com doença
Tire suas dúvidas sobre a dengue

“Quem adoece de forma clássica é uma minoria. A maioria é de assintomáticos ou que sofre com uma manifestação branda da doença, afirma ele.

O coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde cita um “estudo clássico cubano”, usado como referência no tratamento da dengue que demonstrou que um em cada dez casos apenas é detectado pelas autoridades de Saúde.

Sendo assim, os 82.680 casos de dengue registrados na cidade do Rio de Janeiro este ano seriam a ponta do iceberg de um universo de cerca de 826.800 pessoas infectadas, a maioria assintomática ou com uma manifestação tão leve da doença que nem percebeu se tratar de dengue. Ainda mais que o tipo 4 se mostrou menos agressivo do que o tipo 2, por exemplo. Isso seria uma das explicações para o número de óbitos comparativamente baixo em relação às epidemias anteriores (em 2002 foram 62 mortes; em 2008 foram 153 em igual período).

Essas pessoas cuja contaminação não foi objeto de registro, no entanto, passam a estar imunizadas contra a dengue do mesmo tipo que foram infectadas. Elas também correm um risco maior de contrair dengue hemorrágica caso venham a ser contaminadas por um mosquito transmissor de um outro tipo da doença.

De epidemia à baixa incidência

Curiosamente, o alerta de epidemia emitido pelas autoridades de Saúde no Rio não vigorou durante o auge do período de contaminação, mas apenas quando o número de casos já estava na descendente. Pelo critério usado pela Prefeitura, há epidemia quando o número de casos novos ultrapassa 300 por 100 mil habitantes, o que ocorreu já nas últimas semanas de março.

Com o novo anúncio, o Rio foi de uma situação de epidemia para uma de “baixa incidência” na última semana, quando há menos de 100 casos por mil habitantes.

Tire suas dúvidas sobre a dengue
Tire suas dúvidas sobre outras doenças

Autor: Tags: , , ,

9 comentários | Comentar

  1. 59 izis 02/06/2012 1:33

    Mentira .aqui no Maracanã minha filha e visinhos com Dengue…vai ao Posto de Saúde de São Cristovão aquilo está lotado de pessoas com Dengue…Vai no colegio Nilo Pesanha e vê quantas crianças e professoras estão faltando a aula…motivo único Dengue…..O Rio está vivendo uma tremenda epidemia de DENGUE sim senhor…..

  2. 58 DIOGO 01/06/2012 23:11

    GENTE VAMOS TODOS FAZER NOSSA PARTE E VIVER FELIZ ………………………

  3. 57 Maiko 01/06/2012 23:06

    È isso mesmo !! O dia que nossa sociedade tiver mais cultura e consciência´, falar menos do governo e fazer sua parte ,NUNCA MAIS OUVIREMOS FALAR EM DENGUE !

  4. 56 manoelgui 01/06/2012 22:55

    Guimarães gostei , pois tambem penso q 90% dos focos estão dentro das casas os outros 10% nos terrenos baldios, lixo das ruas e nas matas,a solução definitiva da dengue é da população .

  5. 55 INES 01/06/2012 22:44

    APÓIO O GUIMARÃES . FALA-SE MAU DO GOVERNO ,QUANDO A SOLUÇÃO DO PROBLEMA DA DENGUE , ESTA NAS NOSSAS MÃOS !!!!!!!!!

  6. 54 GUIMARÃES 01/06/2012 22:39

    DENGUE É CULPA EXCLUSIVA DA POPULAÇÃO SIM !!! È RIDÍCULO O MATA MOSQUITO BATER NA MINHA PORTA PARA VER SE TEM FOCOS DE DENGUE OU PINGAR CLORO NOS RALOS.ISSO É MINHA ,SUA E NOSSA OBRIGAÇÃO E NÃO DO GOVERNO. O DIA QUE NOSSA POPULAÇÃO CUMPRIR COM SUAS OBRIGAÇÕES ACABA Á DENGUE .

  7. 53 Sérgio 01/06/2012 20:38

    Isso é tudo enganação. Pessoas continuam morrendo de dengue, eles decretaram o fim da epidemia porque vai começar a Rio +20.

  8. 52 shirlei horta 01/06/2012 19:17

    Resumo da ópera: sai da epidemia, volta à endemia. Ou: não foram sanadas as condições que conduzem de volta à epidemia. Resta saber a parte burocrática da situação: assume algum outro orgão no cuidado da endemia?

  9. 51 Ernesto da Silva 01/06/2012 18:22

    Mesmo com a ajuda do Governo Federal e dos Royalties do Petróleo o Rio continua exibindo os piores índices de Saúde, Educação, Segurança etc…Será que não é falta de boa gestão do dinheiro público?

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.