Publicidade

sábado, 17 de dezembro de 2011 Reportagem | 09:16

Búzios lidera ranking de homicídios no Rio; Paraty está em quarto

Compartilhe: Twitter

Se hoje estivesse atrás de sossego e privacidade, como há quase 50 anos, Brigitte Bardot provavelmente não colocaria os pés em Búzios. Não só pela pequena e tranquila vila de pescadores que a atriz francesa praticamente colocou no mapa ter se transformado em um dos destinos turísticos mais movimentados do País, com a infraestrutura sobrecarregada nos meses de férias. É que esse pequeno balneário fluminense se transformou também em uma das cidades onde mais se mata no Brasil. Foi a cidade com maior número de homicídios per capita entre as 92 do estado do Rio de Janeiro entre 2008 e 2010.

Com cerca de 27 mil habitantes, o município de Armação dos Búzios (seu nome completo) figura em 46º na listagem nacional de número de homicídios. São 71,2 mortos por 100 mil habitantes. Pouco menos da metade da campeã desse ranking macabro, Simões Filho, na Bahia, com 146,4 por 100 mil habitantes.

Essa informação faz parte do “Mapa da Violência 2012″, levantamento feito pelo Instituto Sangari com dados do Ministério da Saúde, que compila os registros de óbitos em todo o território nacional.

Para efeito de comparação, a chance de ser morto em Búzios é praticamente a mesma de em Honduras, país da América Central que sofre com a atividade de cartéis de drogas e onde, segundo o governo dos EUA, o “crime é endêmico”. Por lá a média de assassinatos em 2010 foi de 82 por 100 mil habitantes, segundo dados de um estudo da ONU divulgado recentemente. A média global no ano passado, aliás, foi de 6,9 por 100 mil (embora nem todos os países façam parte do levantamento ou tenham estatísticas confiáveis).

Paraty e Cabo Frio entre as mais violentas

Segundo especialistas, a região dos Lagos, onde Búzios fica, é área de atuação de traficantes, inclusive com disputa de território. O consolo para Búzios é que o número de homicídios decaiu sensivelmente nesses três anos. Passaram de 26 em 2008, para 21 em 2009 e 12 no ano passado.

Localizada a 165 km ao norte da capital, Búzios está à frente de cidades da Baixada Fluminense, tradicionalmente violentas. É o caso da segunda do ranking no estado, Duque de Caxias, na região metropolitana, com 67,1 mortos por 100 mil.

Para mostrar que o problema não se restringe a Búzios, mas afeta toda a região dos Lagos, também ficam lá os municípios em terceiro e o quinto lugar entre aqueles com o maior número de homicídios entre 2008 e 2010.

O terceiro é Cabo Frio – outra cidade turística. É o 66º da listagem nacional, com 65,1 assassinatos por 100 mil. É bom lembrar que, até 1995, Búzios era um distrito de Cabo Frio.

A quinta mais violenta do estado surge na 150ª posição nacional. É Macaé, a 75 km de Búzios, que tem experimentado um crescimento populacional grande em função do boom da exploração do petróleo (50,9 por 100 mil).

Entre as duas está uma outra importante cidade turística. Paraty, sede da Flip, é a 89ª, e registrou 60,5 homicídios por 100 mil habitantes no período.

Cadáveres a menos

Se olharmos o estado como um todo, o levantamento do “Mapa da Violência 2012” revela alguns pontos positivos. Entre 2000 e 2010 a taxa de homicídio juvenil caiu 49,4%. Foi de 107,7 por 100 mil habitantes para 54,5. Ainda é alta. Hoje isso significa que um jovem entre 15 a 24 anos tem o dobro de chances de morrer assassinado no Rio – já que a taxa geral de homicídios no estado é de 26,2 por 100 mil. Essa é, por coincidência, a mesma do Brasil. E pela primeira vez desde 1980 a taxa do Rio não é superior a nacional.

A capital, que chegou a liderar as estatísticas como a com maior número de homicídios per capita do Brasil, passou a ser a quinta menos violenta em 2010. São Paulo é a menos violenta entre as 27 – o que o responsável pela pesquisa, Julio Jacobo Waiselfisz, considera uma reversão digna de nota. Campo Grande, Palmas e Florianópolis são as seguintes (as duas últimas com números ascendentes entre 2000 e 2008).

É importante notar que, no caso do Rio, os números apresentam discrepância em relação aos usados pelas autoridades estaduais, que são baseados no ISP (Instituto de Segurança Pública). Segundo esses dados ocorreram 4.768 homicídios (além de 50 lesões corporais seguidas de morte, 156 latrocínios, 545 encontro de cadáveres e 28 encontro de ossadas). Essas informações têm, como origem, os boletins de ocorrência policial.

O número apresentado no “Mapa da Violência” é significativamente inferior.  São 575 cadáveres a menos. Foram contabilizados 4.193 homicídios. São dados preliminares oriundos dos registros de óbito passados pelas secretarias de Saúde municipais para as estaduais – que encaminham para o ministério da Saúde.

“Esse é o instrumento legal brasileiro que testemunha a causa da letalidade”, afirma Waiselfisz, justificando ao iG a escolha da fonte da pesquisa. “Nas certidões de óbito as mortes são anotadas como agressão intencional. Não há distinção entre homicídio e latrocínio, por exemplo, porque, para esse registro, o motivo não importa, só a causa mortis”, explica ele.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

15 comentários | Comentar

  1. 65 Macunaíma 11/12/2012 19:53

    Sempre existem os alucinados que culpam o governo. Moro no RJ, tenho imóveis em Rio das Ostras e em Cabo Frio, viajo para esses municípios há 20 anos. A causa desse tipo de violência é sempre a mesma, USUÁRIOS DE DROGAS; pergunte a qq um que viva nesses locais há muito tempo. A cidade é pequena, começa a crescer, chegam pessoas de fora que querem consumir drogas, a demanda cresce, um usuário conhece o outro, esse passa a levar droga pra uso próprio e para vender aos outros, ciente disso, outras pessoas tb passam a levar droga e encarregam algumas de revender e remeter dinheiro a quem traz. Com o tempo, os moradores do local tb começam a consumir, instala-se uma demanda contínua, o tráfico cresce, alimenta a corrupção, violência e assim vai. Foi assim com Macaé, Cabo Frio, SPA etc Infelizmente a responsabilidade é desse tipo de pessoa.

  2. 64 Maria 20/12/2011 16:46

    Nunca imaginei que Búzios seria a cidade mais violenta do Rio. Mais do que os municípios da Baixada Fluminense? Onde vamos parar….

  3. 63 Artemio Pacheco 18/12/2011 11:52

    Enquanto isso os DIREITOS HUMANOS, são contra a “pena de morte” AS COISA DESTE TIPO SÓ VÃO AUMENTAR, e isso só é o começo. Ou nos revoltamos e vamos para a “PORRADA” ou daqui a pouco seremos proibidos de sair na rua.

  4. 62 Manoel Carlos 18/12/2011 10:57

    Os mortos agradecem !

    Em um País corruptos queriam oque?

  5. 61 Fábio 18/12/2011 10:20

    Será que a culpa é mesmo do PT?

    Ou será que é da péssima distribuição de renda das administrações do PSDB?

  6. 60 Fernando 18/12/2011 10:10

    Viva a demagocia do PT, viva o encima do muro do PSDB (lembrando do Serra e Alckimim no episódio PCC em São Paulo). Viva os corruptos do Brasil em todos os níveis, deste o espertalhão que fura fila de um evento qualquer até o politico que enfia dinheiro na cueca. Viva o Brasil. Somos todos espertalhões e queremos sempre levar vantagem.

  7. 59 McGui 18/12/2011 9:30

    Camarada, no Brasil se da’ o embrutecimento da raça humana. A Lula, Dilma e o resto da gang sao und Kadafi em larga escala, roubam tudo e deixam o povo sem escola , ce quer mais o que ??/

  8. 58 eduardo 18/12/2011 9:25

    onde vamos parar? eu axo q vai chegar um dia q teremos q ficar trancados dentro de ksa.

  9. 57 Galileu 18/12/2011 8:14

    Miguel meu colega,irmão,amigo,sócio da Happy Days,que bom vê-lo por aqui.Concordo contigo que o problema é da polícia local,que geralmente esta envolvida.
    O Rio infelizmente esta exportando muito bandido e deixando tudo correr solto.Os corruptos dominam e quem leva a culpa é o poder central.

  10. 56 Taumaturgo Geviano 18/12/2011 3:17

    O problema nao esta em quem porta a arma e sim em sustenta a municao destas armas e sustenta tambem o mercado do crime do poder paralelo em todos os paises e em todas as esferas ! O problema é que impedem a prisao do responsavel de todas as monstruosidades deste circo de horrores, deste inferno humano ,que é o viciado em drogas!É ele o financiador dos traficantes, dos terrorristas ,dos policiais , militares, delegados, juizes , politicos, corruptos e financiador das fabricas de armas das super potencias,que permite o ciclo infinito de mortes premeditadas !Sao eles entao as verdadeiras armas de destruicao em massa que nestes 30 anos ou mais de trafico e terrorrismo mundial ja varreram da face da terra milhoes de vidas ,muito mais que em guerras mundiais !Sao eles os usuarios de drogas, os fatores basicos e elementares de toda existencia da cadeia de sustento das selvagerias e exterminios humanos no brasil e no mundo ,pois sem dinheiro na ha balas e sem balas nao haveram armas e sem armas ,acaba a coragem dos covardes e acabam os crimes que sao cometidos diariamente apenas para sustentar o vicio nao so do crack ,como da maconha,cocaina principalmente …Seria muito mais economico e menos prejuizo prende-los e trata-los ,representando fim dos exterminios estrategicos da populaçao carente ! Nao adianta desperdicar verbas publicas com prisoes federais, matar e prender e sustentar criminosos que ja pussuem fila de espera para ocupar o lugar dos antigos lideres, enfrentar traficante e terrorristas armados com misseis e bazucas ,so para sustentar os votos de politicos assassinos que precisam ter alguma promessa eleitoreira de como atuar contra os traficantes e suas guerras e mortes premeditadas contra inocentes desarmados ! As operaçoes e blitz das policias que deveriam ser durante o momente da presença dos viciados ,mas somente é feita durante o horario escolar ,ja sabendo que havera troca de tiros! Onde os menores estudantes das escolas da comunidade carente sao menos importantes que os viciados que sao protegidos a qualquer custo … e nunca se ouviu falar que um deles tenha sido morto ou virado estatistica so porque muitos sao de origens de familias ricas e filhos de familias de zumbis e vampiros do poder publico que passam por cima de tudo e de todos ate sobre os crimes de associaçao ao trafico !

  11. 55 edmilson 18/12/2011 0:00

    bom ,por falta de cobrança de impostos nao e que a segurança esta tao ruim.
    eu sou paulista , esta na hora do brasileiro unir forças para exigir do governo aquilo que nos pagamos de impostos e nao vemos aplicado em açao social,nao so na segurança mas na educaçao e saude tambem

  12. 54 trepa 17/12/2011 23:30

    agora tudo é culpa do PT. Pegou sua mulher com outro cara é culpa do pt também

  13. 53 sonia 17/12/2011 23:26

    Acho isso uma grande mentira, talvez uma propaganda feita por paulistas.Moro em Búzios é uma cidade super tranquila, não se vê assaltos nas ruas nem drogas, só se for indo para Cabo Frio, sabe~se de 1 a 2 assassinatos por ano, isso é um absurdo!

  14. 52 adv do diabo 17/12/2011 21:09

    O Haiti é aqui……viva o PT…….viva a demagogia….viva as leis q so defendem bandidos e menores…..

  15. 51 Miguel Côrtes 17/12/2011 21:03

    Sou de Niterói,resido desde 1976 em Itapetininga/SP,minha Familia continua em Niterói.
    Durante mais de 30 anos passamos o revelion em Jeribá e tbém o Carnaval….Naquela época era tranquilo…os ladrões eram de butijão de gaz…..Búzios só tem 2 saidas..pelo Portal ou pelo mar….A violência não é controlada pq não querem….o Poder Público nada faz….Naquela época quando havia uma ocorrência,a Policia resolvia e os maus intensionados já sabiam de ante mão qual seria o destino se roubasse ou matasse….
    Pena que Búzios esteja assim….
    Tão Pequena…tão Bonita..e tão Gostosa de se viver….
    Alô Secretario de Segurança,Reviva Búzios….Buzios Merece…
    Miguel

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.